SISTEMA DE GUIA DE GRUPOS, RÁDIO-GUIA SÉRIE SPL-1500

radioguia SPL1500, whispers

A Bluehertz dispõe de um sistema de guia de grupos portátil de transmissão e receção de voz (rádio-guias) sem perturbar o ambiente circundante. O guia realiza o discurso num emissor com microfone e a voz é transmitida sem fios, com alta qualidade e sem ruídos, aos recetores que têm os utilizadores. O som é digital de alta qualidade com cancelamento de ruídos e tem um alcance de até 300 metros sem interferências. Dimensões do transmissor: 71x45x15 mm. Dimensões do recetor: 71x45x15 mm. Peso do transmissor 112 g. Peso do recetor 96 g. Garantia 24 meses.

Transmissor rádio-guia modelo SPL-1500T

Transmissor rádio-guia modelo SPL-1500T

Recetor rádio-guia modelo SPL-1500R

Recetor rádio-guia modelo SPL-1500R

Microfone de cabeça para rádio-guia

Microfone de cabeça

Microfone de pescoço para radioguias

Microfone de pescoço

Microfone de lapis para radioguias

Microfone de lapis

Auscultador monaural Luna-03 para radioguias

Auscultador monaural
Luna-03

Auscultador monaural Luna-02 para radioguias

Auscultador monaural
Luna-02

Auscultadors modelo AGV para radioguias

Auscultadors modelo AGV

Auscultadors modelo AGC para radioguias

Auscultadors modelo AGC

Mala de transporte SPL56 para radioguias

Mala de transporte SPL56

Mala de carregamento e transporte SPL60 para radioguias

Mala de carregamento e transporte SPL60

Mala de carregamento e transporte

Mala de transporte

Colar magnético

Colar magnético

Almofadas higiénicas

Almofadas higiénicas



PERGUNTAS FREQUENTES

O QUE É UM RADIOGUIA?

Um equipamento de radioguia ou equipamento de orientação de grupos é um sistema composto por um dispositivo transmissor sem fio com microfone, utilizado pelo guia ou orador, e um conjunto de recetores sem fio com auriculares, usados pelas pessoas que integram o grupo. Os recetores sem fio permitem ouvir as explicações do guia, de forma continuada ao longo do percurso. O objetivo dos radioguias é poder ouvir as indicações do guia, com clareza e nitidez, sem a necessidade de estar perto dele. A sua utilização é muito recomendada quando os grupos são superiores a 10 pessoas e é indispensável para grupos de grande dimensão.

Nota: Os radioguias são a solução oposta dos leitores de audioguia utilizados pelos utilizadores que desejam fazer um percurso de forma autónoma, sem a presença de um guia. Visite a página de radioguias para saber mais sobre eles. audioguias

MOTIVO DE USO

Permitem seguir com conforto as explicações do guia com um volume constante, sem se preocupar onde é que ele está localizado a cada momento. Este conforto durante o percurso facilita a atenção do ouvinte sobre os conteúdos expostos e, em consequência, concorre significativamente para uma maior qualidade da visita. Os utilizadores que recebem radioguias valorizam positivamente as visitas guiadas.


TECNOLOGIA

TRANSMISSÃO ANALÓGICA OU DIGITAL

Até ao início da década de 2000, os radioguias eram de transmissão analógica. O surgimento da transmissão digital nos sistemas de radioguias trouxe melhorias significativas:
Aumentou o volume do áudio dos recetores.
Aumentou o alcance da cobertura, passando a ser superior a 100 metros.
Desapareceu o ruído de fundo ou ligeiro sussurro que estava sempre presente no auricular do recetor, mesmo que o guia não estivesse a falar.
As interferências ou cliques reduziram-se significativamente, estando presentes apenas quando o recetor está no limiar da área de cobertura.
O número máximo de grupos na mesma área sem interferência deixou de ser 2 para ser até um máximo de 20.
O consumo das baterias reduziu-se significativamente, aumentando o tempo de utilização entre cargas.
Atualmente coexistem no mercado equipamentos de transmissão analógica e digital. A principal vantagem dos sistemas analógicos é o seu baixo preço.

RADIOGUIAS 2.4G

Nos últimos dois anos apareceu no mercado dos radioguias uma variante da tecnologia digital chamada 2.4 G, que utiliza a faixa de frequência de 2,4 Ghz. Tem a vantagem de ser mais barato, em comparação com a transmissão digital, uma vez que utiliza a mesma tecnologia utilizada nos routers wi-fi 2.4 G, amplamente difundida. Como desvantagem, tem o mesmo alcance que os dispositivos wi-fi 2.4 G, sendo que, no melhor dos casos, está próximo dos 50 metros. Na prática, é um alcance insuficiente para ser utilizado em radioguias.

BATERIAS

Atualmente existem 2 tipos de baterias que são utilizadas em radioguias:
Baterias de lítio ou de polímero de lítio. É a opção de maior qualidade. As suas principais vantagens são o baixo peso, tamanho reduzido, carregamento rápido e grande capacidade. Em contrapartida, temos o seu preço e a necessidade de um sistema de carregamento inteligente.

Baterias de níquel-hidreto metálico (NI-MH), são as pilhas recarregáveis AA e AAA que se encontram nos comandos à distância. Era a opção utilizada antes da aparição das baterias de lítio. A sua maior desvantagem, quando usadas em radioguias, é o peso. Tornam-se desconfortáveis para o utilizador por causa do peso, já que o radioguia tem que estar pendurado permanentemente no pescoço. A sua maior vantagem é o preço.


COMO SE USA UM RADIOGUIA?

O guia do grupo ou o orador deve levar o equipamento transmissor com um microfone e cada um dos ouvintes deve levar um equipamento recetor com auricular ou auriculares. Os dispositivos são de pequena dimensão e devem ser pendurados no pescoço para facilitar a cobertura. Não é recomendável levar o transmissor ou o recetor num bolso, pois reduz o alcance.

O transmissor e os recetores de um mesmo grupo deverão estar sintonizados no mesmo canal de frequência. Estão disponíveis vários canais de frequência.

TAMANHO DO GRUPO

O número de recetores de radioguia que pode haver num grupo é ilimitado. Para que os recetores recebam com clareza as explicações do guia, basta estarem dentro da área de cobertura ou alcance do transmissor. Os recetores não interferem entre si.

NÚMERO DE TRANSMISSORES

Em cada grupo só pode haver um transmissor a emitir. Pode haver vários oradores, cada um com um transmissor no mesmo grupo, mas devem coordenar-se para não haver 2 transmissores ativos no mesmo grupo.

NÚMERO DE GRUPOS

Se os equipamentos forem de transmissão digital, pode haver vários grupos na mesma área ou sala (até um máximo de 20 grupos de transmissão digital). Para isso, cada grupo deverá estar num canal de frequência diferente.
Nota: Se os equipamentos forem de transmissão analógica, só pode haver 2 grupos na mesma área. Não há possibilidade de haver um terceiro grupo analógico na mesma área, mesmo que esteja noutro canal. É uma limitação dos sistemas analógicos.

ALCANCE

A distância a que os recetores se podem afastar do guia, sem perder a explicação, deve ser superior a 100 metros.

TIPOS DE MICROFONES

O transmissor pode usar diferentes tipos de microfones. Habitualmente são utilizados 3 tipos:

Microfone headset ou de cabeça: O microfone inclui uma alça para ajustar na cabeça. O microfone fica muito perto da boca, a uma distância de cerca de 2-3 cm. Este microfone é usado quando o guia está em movimento. Também é muito indicado para ambientes ruidosos. Por estar tão perto da boca, capta muito bem a voz e o ruído ambiente fica em segundo plano, muito atenuado. A cápsula do microfone, escondida pela esponja, tem a forma de um L e é direcional. O lado mais curto do L deve apontar para a boca.

Microfone de lapela: O microfone inclui uma pinça para ajustar ao colarinho da camisa, perto da garganta. Este microfone é usado quando o orador ou relator está estático ou sentado. Se o orador estiver em movimento ou em ambientes ruidosos, não se deve usar. O microfone de lapela terá sempre um volume inferior ao microfone headset.

Microfone caneta: O microfone assemelha-se a uma caneta e, quando ligado ao transmissor, o conjunto é utilizado como um microfone de punho. Esta solução é muito indicada quando há vários oradores que partilham o microfone, porque é muito confortável passá-lo de mão em mão.

TIPOS DE AURICULARES

O recetor pode usar diferentes tipos de auriculares. Habitualmente são utilizados 3 tipos:

Auricular mono: Encaixa-se na orelha, deixando a outra orelha livre. É o mais utilizado e é indicado para visitas guiadas em recintos fechados e ao ar livre. Em áreas urbanas com tráfego só deve utilizar este modelo, porque não isola o utilizador do ambiente. É desaconselhável usar em ambientes ruidosos.

Auriculares: Ajustam-se na cabeça graças à alça. Colocam-se nas duas orelhas. Só é recomendado em ambientes ruidosos. Não deve ser usado em áreas com tráfego porque isola o utilizador em relação ao ambiente.

Auriculares: Ajustam-se na cabeça graças à alça. Colocam-se nas duas orelhas. Só é recomendado em ambientes ruidosos. Não deve ser usado em áreas com tráfego porque isola o utilizador em relação ao ambiente.

Auriculares descartáveis in-ear: São sempre usados pelo mesmo utilizador porque o seu formato de botão é introduzido no pavilhão auditivo. Não sendo higiénicos, não é possível partilhá-los, e no final da sua utilização, o utilizador não tem que os devolver.